Polícia Civil inicia operação para atender a população durante o Folia de Rua e o Carnaval 2023

360
Publicidade

A Polícia Civil da Paraíba iniciou na noite de ontem, 09, na abertura do Projeto Folia de Rua, em João Pessoa, a operação especial montada dar cobertura à população durante o desfile dos blocos e também durante o carnaval. No interior do Estado, as delegacias seccionais também devem permanecer em regime de plantão para atender às ocorrências durante o carnaval.

Em João Pessoa, a primeira parada foi no Ponto de Cem Réis, onde aconteceu o show da cantora Margareth Menezes. Equipes especializadas percorreram os principais pontos da folia para dar orientação e atender às necessidades dos foliões e da população em geral.

Segundo a delegada Maísa Félix, superintendente da 1ª Superintendência de Polícia Civil em João Pessoa, as delegacias deverão trabalhar em regime de plantão na Central de Polícia, no Geisel, e também as delegacias de Tambaú (10ª DD) e a Especializada em Atendimento ao Turista (DeaTur), que funciona no térreo do prédio da PBTur, devem ter atendimento especial. Além disso, a Delegacia Móvel ficará à disposição da População em pontos estratégicos do corredor da folia.

“A Delegacia Móvel e Deatur serão utilizadas especificamente para registro de BO. Já a 10ª Delegacia Distrital (Tambaú) e a Central de Polícia farão o trabalho de instauração de inquéritos e lavratura de flagrante”, explicou Maísa Félix.

Ainda segundo a delegada, as ocorrências que forem registradas no corredor da folia serão levadas para a 10ª DD no caso de registro de BO e se for flagrante serão levadas para a Central de Flagrantes. Já as ocorrências nos blocos dos bairros serão levadas direto para a Central de Polícia.

“Nosso objetivo é manter a população bem informada sobre o que fazer em caso de furto, roubo de documentos, ou outro tipo de situação em que precise de ajuda da Polícia. A Delegacia da Mulher (Deam) também estará aberta 24 horas na Central de Polícia para receber denúncias de assédio, importunação ou outro tipo de agressão à mulher. Da mesma forma, a Delegacia de Crimes Contra a Pessoa (DCCPES) e Delegacia da Infância e Juventude (DIJ) funcionam em regime de plantão na Central de Polícia”, disse a delegada.

Ocorrências que não envolvem violência, como perdas, furtos, extravios, acidentes de trânsito sem vítimas e registro de desaparecimento de pessoas, podem ser feitos através da Delegacia On Line (www.delegaciaonline.pb.gov.br).

OPERAÇÃO INTEGRADA

A operação será integrada entre as Forças Policiais. O total de policiais e bombeiros empregados nos festejos carnavalescos será de 8.400 homens e mulheres.

De acordo com Planejamento Operacional desenvolvido pela Secretaria de Segurança e da Defesa Social (Sesds), serão utilizados drones, câmeras de segurança em vários pontos da cidade, além do helicóptero Acauã, do Grupamento Tático Aéreo (GTA) da Sesds.

Somente em João Pessoa, serão empregados 2.417 policiais militares, 452 bombeiros militares, 93 policiais civis, 135 motos, 163 viaturas e 54 conjuntos a cavalo.

PRESENÇA DA POLÍCIA NAS RUAS

O Plano Operacional da Polícia Civil prevê a participação efetiva de policiais tanto nas ruas, quanto nas delegacias para atender a população durante o Folia de Rua e o Carnaval 2023. Ao todo serão 550 policiais civis em escala de plantão entre delegados, escrivãs, agentes investigativos, agentes operacionais, peritos e técnicos em perícia, necrotomistas e papiloscopistas.

Somente na região metropolitana de João Pessoa, a Operação Prévias Carnavalescas 2023 contará com o emprego de 93 policiais civis, com atuação no atendimento e registro de ocorrências, bem como na lavratura de procedimentos flagranciais, distribuídos nos polos de plantão extraordinário das prévias carnavalescas de João Pessoa.

O delegado-geral André Rabelo destacou o caráter educativo e de apoio à população em momentos de festa como esse. “ A Polícia Civil não faz apenas o seu mister de investigar crimes neste momento, mas também de atender o turista, de atender o cidadão paraibano, de indicar onde é a delegacia mais próxima, de instruir, de atender a população para a confecção do Boletim de Ocorrência. Enfim, nós atuamos em diversas áreas, oferecendo uma gama de serviços à sociedade”, destacou André Rabelo.

Publicidade