Paraíba amplia leitos pediátricos para atender casos de Síndromes Respiratórias Agudas Graves

23
Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília/Divulgaçāo.
Publicidade

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), ampliou o número de leitos pediátricos com intuito de melhorar a assistência e reduzir o número de Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAG) no estado. A medida foi publicada no Diário Oficial desse sábado (25) e estabelece a execução do Plano Estadual para o enfrentamento das SRAGs em todo território paraibano.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Jhony Bezerra, a ampliação dos leitos é uma das ações adotadas pela Paraíba visando preparar as unidades de saúde para receber os casos respiratórios agravados, que atingem principalmente o público infantil. O secretário reforça que atualmente o estado está em situação de emergência e que, dessa forma, por um período de 90 dias, serão adotadas medidas administrativas necessárias para o enfrentamento das síndromes respiratórias.

“Hoje o Governo da Paraíba avança ainda mais no fortalecimento da nossa rede hospitalar, são 120 leitos ampliados, sendo 20 deles voltados à terapia intensiva. Tudo isso para atender às três macrorregiões de saúde, um incremento aos 414 leitos para o atendimento das SRAGs. São ações que somam ao que já vem sendo feito pela SES ao longo dos últimos meses, com o diálogo junto aos municípios, incentivando a prevenção das síndromes respiratórias por meio da vacina contra a influenza, que está disponível para toda a população. E com o decreto de situação de emergência estamos realizando, de forma administrativa, outras ampliações na rede hospitalar”, explicou

As unidades hospitalares que tiveram leitos ampliados, de acordo com o Plano Estadual, foram: Complexo Infantil Arlinda Marques, Trauma Senador Humberto Lucena, Hospital Geral de Mamanguape, Hospital Regional de Itabaiana, Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, Hospital Geral de Taperoá, Hospital Regional de Picuí, Hospital Geral de Queimadas, Infantil Noaldo Leite, Hospital Regional de Cajazeiras.

Além da ampliação dos leitos, o plano de ação estadual também visa à expansão de escala multiprofissional e de especialistas para teleinterconsultas; programa de capacitação de profissionais de saúde no âmbito hospitalar e da atenção primária; e ampliação de testagem RT-PCR (para SARS-CoV-2, influenza A e influenza B).

A SES reforça que vem promovendo o Manejo Clínico das Síndromes Respiratórias Agudas Graves com infectologistas, acompanhamento epidemiológico e análises por meio do Lacen-PB, para identificação dos agentes etiológicos circulantes. A Paraíba também conta com a Sala Estadual de Situação das SRAG, um espaço físico e virtual, de inteligência, onde é monitorada a situação de saúde da população, fortalecendo a capacidade de resposta estadual e local para a tomada de decisão diante do cenário epidemiológico. Além disso, mensalmente, são divulgados Boletins Epidemiológicos de Vírus Respiratórios e realizadas campanhas de vacinação para múltiplas vacinas – em especial para Covid-19 e Influenza.

Publicidade