Jackson Macêdo critica decisão do PT de João Pessoa em cravar candidatura própria para 2024

365
Foto: Presidente do PT na Paraíba/Jakson Macedo
Publicidade

O presidente estadual do PT na Paraíba, Jackson Macêdo não descarta uma composição com o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena (PP) nas eleições municipais de 2024, caso o gestor ingresse em uma nova legenda. Ele considera como “antecipação de um processo que tá muito distante” e “irresponsabilidade política” a decisão do diretório do PT na capital em anunciar uma pré-candidatura própria do partido para as eleições do próximo ano.

Jackson citou que a atual organização do partido em João Pessoa deixa de existir em outubro, quando o PT deve passar por um processo de mudança nas direções municipais. Lembrou ainda que a legenda integra uma federação com PCdoB e o PV.

“A gente quer o PCdoB e o PV construam com a gente a candidatura unificada dentro da federação, a nossa candidatura tem a capacidade para construir esse movimento? eu não sei, é um caminho que tem que ser construído. Essa candidatura própria do PT tá sendo construída com PCdoB e PV? acho que não. Acho que tem tempo pra você conversar, construir, pra você amadurecer dentro da federação, por isso que eu acho que uma candidatura própria precisa unificar o campo político, precisa dialogar mais com a cidade, precisa conversar com os atores que compõem o campo político e sustentam o governo Lula, ela não pode ser imposta, não pode ser porque é uma vontade de um deputado A ou B, se for dessa forma, vai repetir o fracasso de 2020, e nisso não contem com esse filiado aqui”, afirmou Jackson Macêdo em entrevista à rádio CBN, nesta segunda-feira (13).

Na sexta-feira (10), a executiva do Partido dos Trabalhadores em João Pessoa emitiu nota afirmando sua oposição a Cícero Lucena e desautorizando qualquer filiado a assumir participação na gestão do prefeito. Também declarou que a sigla terá candidatura própria competitiva e anunciou possíveis nomes que poderiam encabeçar a disputa ao executivo municipal: os deputados estaduais Cida Ramos (PT) e Luciano Cartaxo (PT), a ex-deputada estadual Estela Bezerra (PT), o vereador de João Pessoa, Marcos Henriques (PT) e a ex-prefeita de Conde, Márcia Lucena (PT).

F5

Publicidade