Operação policial desarticula organização criminosa de clonagem de veículos na Paraíba

89
Publicidade

No início da manhã desta quarta-feira (03), a Polícia Civil da Paraíba, com apoio da Secretaria de Administração Penitenciária, deflagrou a Operação Klon, com o objetivo de cumprir 23 mandados judiciais, sendo 12 de prisão preventiva e 11 de busca e apreensão. As ações aconteceram nas cidades de João Pessoa, Conde, Lucena e Campina Grande.

Os inquéritos e cautelares tramitaram na 6ª Vara Criminal e 2ª Vara de Entorpecentes da Capital.

O nome da operação vem do grego Klon, que significa clone, fazendo referência aos veículos que eram “clonados” pelos investigados.

A investigação tem como foco o desmantelamento de uma ORCRIM que atua no roubo de veículos, adulteração de sinais de identificação veicular, falsificação de documentos públicos, receptação, lavagem de capitais e Organização Criminosa.

Alguns presidiários orquestravam os crimes de dentro dos presídios, recrutando os responsáveis pelos roubos e adulterações dos sinais de identificação veiculares.

Leia Também: Homem armado é detido após tentar intimidar médica em hospital de Aroeiras, na PB

Os veículos então eram “clonados” usando como parâmetro dados de outros veículos de origem lícita de mesmas marca, modelo, ano e cor.

Em seguida, os investigados criavam perfis em plataformas de vendas on line e negociavam os veículos com terceiros de boa-fé.

Em alguns casos, os criminosos marcavam novo encontro com o comprador para supostamente entregar a chave reserva. Na ocasião, roubavam novamente o veículo.

Várias armas e muita droga crack, skank e cocaína) foram apreendidas.

Importante ressaltar a sensibilidade do Ministério Público e do Poder Judiciário com os pleitos ajuizados.

Publicidade