João Azevêdo destaca investimentos em pesquisa na Paraíba durante Fórum de Internacionalização

19
Publicidade

O I Fórum de Internacionalização Paraíba sem Fronteiras: Paraíba-Alemanha, está acontecendo até quarta-feira (22), na Fundação Casa de José Américo, em João Pessoa. O governador João Azevêdo abriu o evento, hoje pela manhã, ocasião em que destacou investimentos de R$ 307 milhões em pesquisas e bolsas. O Fórum tem como objetivo promover oportunidades de estudo, pesquisa, inovação e cooperação entre o estado e o país.

Esta é a primeira edição do Fórum, que acontece em parceria com o Centro Alemão de Ciência e Inovação São Paulo (DWIH São Paulo), especializado na internacionalização da pesquisa, tecnologia e startups alemãs. 

Na ocasião, o chefe do Executivo estadual ressaltou a importância do evento para compartilhar e apresentar a produção científica da Paraíba aos países.  “Nós queremos ampliar e difundir o que existe em termos de pesquisa. O Nordeste é um centro de excelência em pesquisa nas mais diversas áreas, a exemplo das energias renováveis, da biotecnologia e esse Fórum tem exatamente o objetivo de apresentar tudo que estamos produzindo em termos de ciência e tecnologia”, frisou.

Ele também destacou os investimentos do estado para fomentar a pesquisa e inovação. “De 2019 até agora, já investimos mais de R$ 307 milhões em editais de pesquisas e bolsas de graduação, mestrado, doutorado e pós-doutorado porque acreditamos que o caminho para o desenvolvimento da sociedade é a ciência. Tanto é que estão em andamento as obras do  Parque Tecnológico Horizontes da Inovação e do radiotelescópio Bingo, inserindo o Brasil em um seleto grupo de países que fazem pesquisa espacial”, acrescentou.

O secretário de estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Cláudio Furtado, afirmou que o Fórum é um espaço de novas oportunidades de desenvolvimento de trabalho dos pesquisadores paraibanos. “Esse é o primeiro de vários eventos que pretendemos fazer entre o estado e os países, a fim de fortalecer os laços de cooperação acadêmica, científica e inovação, fazendo com que as instituições que promovem o financiamento de pesquisas na Alemanha e no Brasil possam conhecer os nossos laboratórios e instituições, permitindo também a realização de intercâmbios de nossos estudantes e professores”, pontuou.

A conselheira científica da Embaixada da Alemanha, Nina Von Sartori, evidenciou a satisfação de participar do evento e conhecer a produção das instituições científicas do estado. “O Brasil é um parceiro importante para a Alemanha por ser um país democrático, com liberdade de ciência e de expressão e o tema do meio ambiente é muito importante para nós, assim como a tecnologia. É uma grande honra sermos o primeiro país participante nesse Fórum de Internacionalização e a Educação é um tema que se precisa discutir, a exemplo da Educação Profissional que é muito forte no nosso país e podemos trazer muitas experiências nessa área”, comentou.

I Fórum de Internacionalização Paraíba sem Fronteiras: Paraíba-Alemanha: O evento, uma realização do Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovação e Ensino Superior (Secties) e Fundação de Apoio à Pesquisa (Fapesq), em parceria com  o Centro Alemão de Ciência e Inovação (DWIH), acontece nesta segunda (20) e terça-feira (21), na Fundação Casa de José Américo, em João Pessoa; e na quarta-feira (22), no Auditório CERTBIO, em Campina Grande. Os três dias de encontros abordarão a temática de “Internacionalização do ensino superior e da pesquisa na Paraíba em cooperação com a Alemanha”, oportunidade em que serão realizadas mesas-redondas, painéis e apresentações com autoridades paraibanas e representantes alemães. 

Entre os assuntos que serão tratados, estão os desafios e perspectivas da cooperação internacional para o fomento à Ciência, Tecnologia e Ensino Superior; a importância do ensino de alemão no contexto da internacionalização; experiências e possibilidades de pesquisa em Ciência, Tecnologia e Inovação da Paraíba e da Alemanha, entre outros. 

Publicidade