Padre Egídio permanece hospitalizado na UTI de João Pessoa sob vigilância policial

28
Publicidade

O padre Egídio de Carvalho Neto, 56 anos, preso por desviar recursos do Hospital Padre Zé, foi submetido a uma laparotomia e até esse domingo (14) permanecia em recuperação na Unidade de Terapia Intensiva do hospital particular da Unimed João Pessoa.

Ele deu entrada no Hospital Alberto Urquiza Wanderley às 18h25 do sábado (13).

O acusado estava na Penitenciária Especial do Valentina Figueiredo quando sentiu dores e foi levado para Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Em seguida, Egídio foi transferido para o Hospital da Unimed, também na Capital.

Ao Blog do jornalista Wallison Bezerra, a defesa de Egídio informou que o sacerdote foi submetido a exames e em seguida a uma cirurgia de apendicite.

MaisPB

Publicidade