João Azevêdo inaugura Escola Integral Técnica de Arte, Tecnologia e Economia Criativa

361
Publicidade

O governador João Azevêdo inaugurou, nesta sexta-feira (10), a Escola Integral Técnica de Arte, Tecnologia e Economia Criativa, instalada no prédio onde funcionou a Central de Polícia do Estado, no Varadouro, em João Pessoa. O local passou por obras de recuperação e adequação para oferecer uma ampla estrutura de educação e ensino técnico e recebeu investimentos superiores a R$ 9,2 milhões.

A escola oferece para os alunos cursos técnicos em Design Gráfico, Técnico em Produção de Áudio e Vídeo, Técnico em Artesanato e Técnico em Teatro. A unidade conta com laboratórios de ciências, informática e robótica, laboratório de maker/xadrez, auditório com caixa cênica, sala de aula teórica de dança e teatro, sala de dança, sala de pilates, sala de maquiagem e figurino, salas de aula teórica e prática de música, sala de aula de circo, sala técnica de audiovisual, sala técnica de mídias digitais, laboratório de Artes, sala de aula teórica de Artes, biblioteca, instrumentoteca e laboratório de fotografia.

No local também funcionará o Centro Inotech, com a disponibilidade de curso técnico em Informática Integrado Ensino Médio, onde os estudantes, além do conteúdo da Base Nacional Comum Curricular do Ensino Médio, recebem formação profissional técnica para atuar em empresas da área de Tecnologia da
Informação e em setores de TI de empresas de naturezas diversas, sejam elas públicas ou privadas.

Na oportunidade, o chefe do Executivo estadual ressaltou que a Escola Técnica de Artes representa um espaço de inovação e empreendedorismo com o foco no oferecimento à juventude paraibana de um futuro de novas oportunidades. “Neste espaço teremos as condições de formar uma mão de obra extremamente importante, que tem uma grande procura pelo mercado de trabalho, resgatando também mais um prédio do Centro Histórico, dando uma demonstração de que queremos revitalizar essa região da cidade. Esse prédio já foi uma Central de Polícia, Secretaria de Viação e Obras Públicas e, infelizmente, o Doi Codi, mas hoje dá espaço à alegria para que nossos alunos se preparem para o futuro”, frisou.

O secretário de estado da Educação, Ciência e Tecnologia, Cláudio Furtado, destacou que a Paraíba é mais uma vez pioneira, com a entrega da primeira escola técnica de artes e inovação do país. “Essa escola representa, antes de iqualquer coisa, inclusão porque os filhos do povo poderão fazer um curso técnico, dando condições de empregabilidade, aglutinando a classe artística e tecnológica, transformando um ambiente que antes era de dor em um espaço de dança, música, de transformação social e de alegria”, comentou.

A superintendente da Suplan, Simone Guimarães, evidenciou a satisfação de fazer parte de um momento histórico para o futuro dos jovens paraibanos. “Nós colocamos nesse prédio o colorido que representa a alegria, liberdade, suavidade e esperança onde antes era sofrimento. Nós também fizemos um memorial em homenagem às vítimas da ditadura porque não podemos esquecer a história, mas lembrar para que aquilo não se repita mais e possamos ter um futuro diferente com mais cor, luz, educação e jovens conscientes de seu papel na sociedade”, falou.

A professora de Artes, Liliane Alves, celebrou mais uma conquista para a educação e cultura do estado. “Esse é um processo de ressignificação muito importante para a Paraíba, esse é um prédio histórico e para pessoas como eu, que sou artista, representa um sonho gigantesco porque vai atingir positivamente vários jovens da nossa cidade, na cultura, na liberdade de expressão e de ideias e na produção de conhecimento”, disse.

O mesmo sentimento foi compartilhado pela estudante Giovana Soares. “Essa estrutura vai nos fornecer o possível para que nós possamos nos preparar para as nossas carreiras e realização dos nossos sonhos. Nós também temos uma equipe de professores muito qualificada. Eu estou muito feliz e radiante de estar vendo um sonho se tornar real”, comemorou.

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, agradeceu ao governador João Azevêdo por entregar mais uma obra importante para o município. “Hoje é um dia de alegria e agradecimento porque esse espaço vai proporcionar muitos sorrisos para os nossos jovens e representa transformação e esperança de um futuro melhor, além de fortalecer o nosso Centro Histórico”, comentou.

Histórico – O prédio em que hoje funciona a Escola Integral Técnica de Arte, Tecnologia e Economia Criativa é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico Estadual (IPHAEP). A construção data de 1860 e no local já funcionou uma cadeia pública, a Secretaria de Viação e Obras Pública do Estado e a Central de Polícia de João Pessoa. Na unidade de ensino também funcionará o Centro Educacional de Inovação e Tecnologia (Centro INOTECH), criado em 2021. Ambas as escolas são projetos especiais que proporcionam aos estudantes ensino médio integrado ao técnico nas áreas de inovação e tecnologia, cultura, turismo e artes.

O vice-governador Lucas Ribeiro; o vice-prefeito de João Pessoa, Léo Bezerra; os deputados estaduais João Gonçalves e Wilson Filho; vereadores de João Pessoa; e secretários de estado, a exemplo de Deusdete Queiroga (Infraestrutura e Recursos Hídricos), Nonato Bandeira (Comunicação Institucional) e Pedro Santos (Cultura) prestigiaram a solenidade.

Publicidade